Night Indigo. A nova viagem.

Nova casa. Toca a linkar. Obrigado a todos os leitores que fizeram de INTERURBANO as suas magníficas 20 000 visitas. Conto com vocês para o crescimento do novo espaço. OBRIGADO, de coração.

Anúncios

ADEUS INTERURBANO. :)

É sempre difícil deixar uma casa. Principalmente uma em que vivi dois anos. O INTERURBANO foi um marco glorioso na minha vida pessoal e profissional. As primeiras postagens, opiniões e trabalho. Recebi muitas boas e más críticas.

E tive mais de 20 000 visitantes. Mas hoje é tempo de mudar e crescer mais um pouco. Esta será a minha nova casa. O meu novo album de recordações. Ao INTERURBANO um grande obrigado. Valeu a pena. Aos meus leitores espero ter agradado com o novo espaço. Vão vê-lo crescer de forma diferente, mais simples, mas mais complexa visualmente.

Se tudo fosse fácil não teria o mesmo gosto e o segredo não é esperar, é não ficar parado. BEM VINDOS a NIGHT INDIGO.

Por favor, linkem o novo endereço nos vossos espaços, em substituição deste antigo.

http://nightindigo.tumblr.com/


Bomboca ao acordar

Sem vontade para grande coisa e com algumas remelas no olhos.

Mudei de redacção. Ainda não escolhi o café correspondente que me receberá todas as manhãs. Tenho dois, um bocado afastados. Um a sede do Sporting (o café sabe a queimado e o jornal privilégio das nove da manhã é o 24 horas), o outro um tasco com cheiro dúbio, abre às 5 da manhã e cheira a bagaço que até corta – mas tem o Correio da Manhã e o Público.

Sem cafeína? Impossível. Isto não está bonito. Logo já vos conto qual escolhi!

[ pensamento do dia: Se a vida te dá a Juliana Paes, faz marmelada ]

BOM DIA!

Segui-te hoje!

Segui-te hoje. Liguei os passos à calçada e o som do teu andar, ao ritmo do meu coração. Segui-te por horas nesse andar que, de olhar, me atrapalha o compasso. E sem espaço, escrevi-te linhas rectas de leitura fácil, querendo chegar a ti com pouco do que sei. E tentei.

Tentei chegar-te sem te tocar, sabendo que me ouvias. E querias.

Querias ficar mais tempo no percurso, fazendo o que querias de mim. E sem fim, deixei-te agarrada ao teu caminho sem saber se eu sozinho, puderei continuar.

Frederico Gil, foi um quase

Um quase muito bom, para um atleta de alto nível. Estive perdido num jogo durante horas. Foi um daqueles dias em que passavam na porta do café e perguntavam: “mas o Benfica já começou?” – imagine-se a gritaria.

Na final, historicamente marcada por este português, Frederico Gil afirmou-se como atleta completo, com boas jogadas e muitas surpresas. Temos atleta, íamos vencendo, Portugal. O próximo Estoril Open estarei por lá. De-cer-te-za.

Parabéns Gil! (até fiz uma t-shirt em dois minutos)

Afonso já tem dador de medula óssea

A notícia chegou esta tarde. Parece que foi encontrada uma senhora alemã compatível com Afonso que necessitava de medula óssea compatível para continuar a sua caminhada pela vida. Contente e feliz por ter ajudado neste processo. É bom salvar vidas. Adoro o meu trabalho! Hoje foi mesmo um dia que valeu a pena.

Em baixo a carta de agradecimento dos pais.

Queridos Amigos,

É com uma enorme confusão de sentimentos que escrevemos esta mensagem.
Graças a Deus, o Afonso já tem dador compatível! É um enorme alívio para nós saber que finalmente o nosso filho vai poder receber a fase final da terapia curativa com maior probabilidade de curar esta maldita doença que decidiu atravessar-se no nosso caminho e no ainda curto percurso de vida do nosso querido Afonso.
Fechamos um ciclo e abrimos um outro ciclo, o ciclo do transplante de medula, de muitos riscos, de muita ansiedade, com um longo período de recuperação, mas também de muita, muita esperança. Esperança de que esta doença nunca, mas NUNCA mais volte e de que o nosso filho venha a ter uma nova vida, que começa agora, na altura em que ele precisamente vai completar sete anos!
Queremos muito agradecer do fundo do nosso coração a todas as pessoas que de uma maneira ou de outra estiveram envolvidas nesta campanha de solidariedade em torno do nosso filho e esperamos sinceramente termos contribuído para que hoje ou amanhã outras vidas possam vir a ser salvas no mundo. Queremos também manifestar o nosso agradecimento profundo a toda a equipa médica e de enfermeiros que permitiram que chegássemos até aqui e a toda a equipa envolvida na busca de um dador compatível.
Este foi um período muito conturbado das nossas vidas, em que crescemos, aprendemos, vivemos muito intensamente cada minuto, e aqui chegados, apenas vos podemos agradecer por terem estado ao nosso lado, por terem divulgado, por terem acarinhado esta causa.
Continuaremos a lutar contra a leucemia e a ajudar todos quantos precisam. Não podemos mais ser indiferentes depois de termos vivido o que vivemos, de termos visto o que vimos, de termos sentido o que sentimos. Por favor, não fiquem indiferentes!

Um grande OBRIGADO a todos!!
Graça e André